Milagres são tanto princípios quanto fins

  1. Acordar para J
  2. Milagres são tanto princípios quanto fins

Recém baixei para o meu Kindle a versão eletrônica da tradução para Português de Um Curso Em Milagres, pois fazia algum tempo que tinha só a versão em Inglês que sempre apresenta, para mim, alguma dificuldade de interpretação devido ao alto nível de vocabulário utilizado no texto.

Relendo o Livro Texto logo no começo uma passagem deu um nó no meu cérebro:

T-1.I.13. Milagres são tanto princípios como fins, e assim alteram a ordem temporal. São sempre afirmações de renascimento que parecem retroceder, mas realmente avançam. Eles desfazem o passado no presente e assim liberam o futuro.

Custei um tanto a compreender o óbvio contido nestas palavras.

Acontece que por definição nada que existe no sonho existe realmente, e isso inclui o tempo.

Quando o Milagre acontece ele atua no nível mais alto do sonho, onde tempo e espaço até podem existir, mas não têm importância alguma. Assim, neste nível, o Milagre atua em todos os tempos e espaços simultaneamente: a partir do momento presente eles modificam o passado, o que implica modificar o presente, que por sua vez implica modificar o futuro.

“Modificar”, nesse caso, é o mesmo que curar.