Livre Arbítrio

  1. Acordar para J
  2. Livre Arbítrio

Será que existe livre arbítrio quando na realidade existe apenas uma possibilidade de escolha?

Um dos conceitos mais arraigados no consciente coletivo é o do livre arbítrio, faculdade inerente à condição humana que implica a capacidade de escolha permanente. Associado a este também existe o conceito da lei de causa e efeito, que quando extrapolada do campo da física implica que todas as nossas escolhas terão consequências.

Entretanto, um estudante d’UCEM sabe que não existe, na realidade, esse poder de decisão — não como as pessoas se acostumaram a acreditar que é. Tudo o que existe no mundo, todos os corpos, objetos, locais, eventos, não passa de mera projeção, logo não existe, e não há como fazer escolhas quanto a algo que não existe.

De fato, a única escolha que a pessoa tem a fazer é pelo perdão (ou pela ilusão de separação).

Seja lá o que for que a pessoa tenha a decidir, escolher, optar, tudo o que importa é reconhecer a oportunidade para o perdão, e então praticá-lo. Afinal, o perdão é a única ferramenta capaz de desfazer o ego.